Notícias

mais notícias
  1. Programa Setorial Leonardo da Vinci (2007 – 2013)

    A APMGF vai disponibilizar 15 bolsas para estágios na Europa

    A Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) vai disponibilizar 15 bolsas para estágios profissionais na Europa, através da sua candidatura ao Programa de Mobilidade Leonardo da Vinci, no âmbito do Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida (PROALV). O Programa Leonardo da Vinci, criado ...

    Ler mais
  2. Sob fortes críticas dos sindicatos:

    MS encerra negociações sobre revisão do regime do internato médico

    O Ministério da Saúde (MS) comunicou na última reunião que manteve com os sindicatos médicos a propósito da revisão do regime do internato médico (IM), no passado dia 21 de janeiro, que dava por encerradas as negociações e que estaria para breve a publicação ...

    Ler mais
  3. Caso solicitem admissão até 31 de janeiro

    Novos sócios internos têm direito a inscrição gratuita no 32º Encontro Nacional!

    Os médicos que ingressam no Internato de Medicina Geral e Familiar (MGF) neste arranque de 2015 e que concretizem, até ao próximo dia 31 de janeiro, a sua inscrição como novos sócios da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) vão poder participar gratuitamente nos ...

    Ler mais

Eventos

Faça já a sua inscrição no 32º Encontro Nacional!

05 de Março de 2015 07-03-2015

Está disponível a plataforma para inscrição no 32º Encontro Nacional. Não perca tempo e concretize o seu registo no grande evento anual da Medicina Geral e Familiar, através deste formulário on-line.

Entretanto, pode também consultar aqui o programa preliminar da iniciativa.

O 32º Encontro Nacional, que se realizará entre 5 e 7 de março deste ano, no Centro de Congressos do Estoril, ganha paulatinamente forma, à medida que as temáticas chave e os convidados se começam a definir. Assim, surgem os primeiros indícios de que o 32º Encontro Nacional será um acontecimento memorável no calendário de eventos dedicados à especialidade de Medicina Geral e Familiar, aos cuidados de saúde primários e ao sector da saúde em geral.

Desde logo, na dimensão clínica, estão desde já confirmadas seis sessões, a maioria delas à prova de bala, em termos de conflitos de interesses. Assim, destaque para a sessão sobre “Novos tratamentos em Diabetes”, na qual participará o médico de família e docente universitário Luiz Miguel Santiago. Haverá também espaço para os temas da “Disfunção Sexual Masculina”, da “Anticoagulação Oral” e dos “Cuidados Respiratórios Domiciliários”, sendo que este derradeiro assunto tem gerado acesa discussão nos últimos meses, face às transformações sentidas no dispositivo de saúde do SNS e nas formas de prescrição deste tipo de tratamentos hoje à disposição dos médicos de família.

Deveras interessante será, com toda a certeza, a sessão dedicada aos “Novos Tratamentos na DPOC Estável”, na qual participará Carlos Robalo Cordeiro, presidente da Sociedade Portuguesa de Pneumologia, lado a lado com colegas das Medicina Geral e Familiar.

Ainda no campo clínico, destaque-se a realização da sessão “Gestão da Dor Crónica”, para a qual concorrerá Paulo Pina, internista com Competência em Medicina da Dor pela Ordem dos Médicos, atualmente a trabalhar na Unidade de Cuidados Paliativos da Casa de Saúde da Idanha.

A conferência de abertura será proferida pela Prof.ª Helena Marujo, docente do ISCSP e coordenadora executiva do Mestrado para Executivos em Psicologia Positiva Aplicada, que fará uma apresentação dedicada ao tema que enforma o EN: "Pensar Positivo, Trabalhar em Equipa".

Reflexão alargada sobre as condições de exercício da Medicina Familiar

Embora o 32º Encontro Nacional vá conhecer uma forte tónica técnico-científica, não deixará de dar continuidade à tradição deste tipo de eventos, com a inclusão de um vasto conjunto de sessões e debates sobre temas sócio-profissionais, sendo que na maioria dos casos a Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) preferiu organizar as mesas em colaboração com outras instituições congéneres. Assim acontecerá na sessão a organizar em conjunto com a Associação Nacional de Unidades de Saúde Familiar (USF-AN), intitulada “USF como Organização Positiva”, na qual marcarão presença três representantes daquela associação multi-profissional: o médico de família e coordenador da Unidade de Saúde Familiar Serra da Lousã, João Rodrigues, o enfermeiro Manuel Oliveira e Joana Pessoa. É importante referir, também, a sessão “Medicina Humanitária”, a realizar em parceria com a organização não governamental «Saúde em Português», que terá contribuições de três elementos da equipa da «Saúde em Português»: o presidente da organização, Hernâni Caniço, a socióloga Ana Rita Brito e o médico Ricardo Marquez. Outra entidade externa que colaborará com a APMGF na organização do evento será o Centro de Estudos de Medicina Geral e Familiar, através da sessão “Investigação: Porquê e Para Quê?”. No âmbito sócio-profissional estão já consolidados também outros dois debates, centrados na “Inteligência Emocional” e na controvérsia em torno da “Emigração e Desemprego Médico”. Para este último debate, em particular, a APMGF pretende convidar representantes do Ministério da Saúde, da Ordem dos Médicos, dos sindicatos médicos e da Associação Nacional de Estudantes de Medicina.

Embora estejam ainda numa fase de depuração, pode-se dizer que os workshop a realizar durante os três dias do Encontro Nacional serão para todos os gostos e perfis profissionais. Para já, estão certos os workshop “Ética e Deontologia em MGF” - a cargo do Núcleo de Bioética e Ética Médica da APMGF - e “Medicina Dentária/Patologia Oral”, para além de três workshop desenhados por parceiros de longa data da APMGF, a Rede Médicos Sentinela, a Associação Portuguesa de Grupos Balint e o Movimento Vasco da Gama.

A APMGF decidiu convidar todos os novos sócios que ingressem no Internato em janeiro de 2015 para participarem gratuitamente nos trabalhos do 32º Encontro, desde que realizem a sua inscrição até ao final desse mês. O dia 31 de janeiro é, aliás, uma data a ter em conta, na medida em que neste primeiro prazo de inscrição os preços são extremamente interessantes para a generalidade dos sócios (30 euros), aumentando para 80 euros no segundo prazo (até 22 de fevereiro) e 100 euros (a partir de 23 de fevereiro).

 

Ler mais
publicidade