Receção aos novos internos de MGF na ARSLVT

Internato de MGF acolhe mais 138 médicos

  • 03 de Janeiro de 2014

Os 138 novos médicos internos do Internato de Medicina Geral e Familiar (MGF) incorporados na formação específica em Janeiro deste ano, no seio da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), participaram numa cerimónia de receção organizada no auditório do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa. Nesta cerimónia, foi também dada as boas-vindas aos oito novos internos do Internato de Saúde Pública, na Região de LVT.
 
Na ocasião, os internos tiveram a possibilidade de ouvir palavras de encorajamento de Luís Cunha Ribeiro, presidente do Conselho Directivo da ARSLVT, que não deixou no entanto de os alertar para a competitividade que envolve atualmente a formação pós-graduada, bem como o sistema de saúde onde no futuro poderão vir a incorporar-se em definitivo. "O Interno é um agente pró-activo da formação e do serviço de saúde", afirmou Luís Cunha Ribeiro, o qual pediu aos jovens médicos presentes que nunca se conformem e que procurem fazer um percurso de formação individualizado e apostado em questionar as práticas vigentes, sempre que entendam que tal é necessário.
 
Nesta cerimónia marcaram também presença o vice-presidente da ARSLVT e responsável pela área dos CSP, Luís Pisco, os coordenadores do Internato de MGF e Saúde Pública na ARSLVT, respetivamente Isabel Pereira dos Santos e Rui Portugal, bem como o presidente da APMGF, João Sequeira Carlos. Este último, teve a oportunidade de mostrar aos futuros especialistas em MGF quão dinâmica pode ser a vida associativa no contexto da APMGF e como é importante o papel dos internos de MGF, para atividades fundamentais como a realização de eventos nacionais e internacionais, a organização de intercâmbios ou o fortalecimento dos núcleos e grupos de interesse formados no interior da associação.